Instalações

Até à década de 1970, as instalações da Cooperativa restringiam-se ao edifício central. As novas exigências da polivalência potenciaram um forte crescimento das estruturas e entre finais da década de 1970 e o ano de 1983, decorreram obras de construção de novos armazéns.

Na década de noventa, a Cooperativa procurou diversificar as suas estruturas produtivas, comerciais e técnicas, de modo a acompanhar a atividade económica do país, as necessidades dos Cooperadores e a melhoria de qualidade dos produtos e serviços. Por consequência, novos investimentos estruturais foram realizados. Neste sentido, procedeu-se a remodelações com intuito de aumentar a capacidade de receção de uvas e armazenamento de vinhos bem como se edificou um conjunto de infraestruturas necessárias à recolha, secagem e armazenagem de cereais.

Continuar a ler

No ano de 1992, a Cooperativa deu voz aos kiwicultores da região e, com a ajuda de fundos comunitários e nacionais, construiu câmaras frigoríficas e equipamentos de receção, calibragem e armazenagem de kiwis.

Observando a falta de um espaço que servisse de “montra” aos produtos da Cooperativa e do concelho, em 1995, inaugurou-se a Loja de Produtos Tradicionais, depois da Cooperativa ter adquirido, à EPAC, o celeiro e o ter transformado em loja, em 1993. Este espaço constituiu um local ideal para se conhecer os produtos da região, mesmo daqueles que não estando diretamente relacionados à produção agrícola, são prova do dinamismo do concelho, como os bordados ou os instrumentos musicais.

Em 1999, deu-se início ao Posto de concentração, embalagem e rotulagem de mel com a finalidade da Cooperativa possuir uma estrutura que permitisse recolher, embalar e rotular mel, aproveitando os canais de comercialização que possuía para outros produtos e colocar o mel no mercado.

Em 2003, foi a vez da Sala de Apologia do Vinho servir o desígnio de se ter uma sala de visitas, aproveitando um espaço que estava inutilizado, mas que outrora serviu como escritórios e sala de reuniões das assembleias-gerais da Adega.  O espaço foi dividido em três pisos: na entrada, localiza-se a receção e a sala de exposição de vinhos, com uma coleção de 6.000 garrafas de vinho de todo o mundo e que esteve patente na Expo’98. No piso inferior, temos um balcão de provas, a pia de batismo, a garrafeira e instalações sanitárias. O piso superior está equipado com biblioteca/sala de leitura.

Mais recentemente a Cooperativa tem efetuado grandes investimentos na modernização tecnológica, em equipamentos e instalações. Por exemplo, aumentou em 20% a capacidade de fermentação da adega e remodelou a Secção de Compra e Venda para conseguir ter um espaço mais funcional e com uma oferta de produtos que abarque todas as necessidades dos cooperadores.

Recolher texto

Visão Global
Adega e Enologia
Fruticultura
Medicina e Farmácia Veterinária
Loja de Aprovisionamento
Loja de Produtos Tradicionais
Sala de Apologia do Vinho
Ver Instalações
  • Visão Global
  • Sala de Apologia do Vinho
  • Adega e Enologia
  • Loja de Aprovisionamento
  • Loja de Produtos Tradicionais
  • Medicina e Farmácia Veterinária
  • Fruticultura